Aventuras na Chucruteslândia

a terra da batata, da cerveja e das mulheres de peito grande e zero de bunda

  • Sobre o Blog

    Este foi um espaço usado por cerca de 1 ano, o que durou a fantástica experiência de largar tudo, trabalho, família e casa, e ir para a Alemanha, em Freiburg, para passar 1 ano estudando e pensando na vida.

    Funcionou, já que voltei e mudei minha vida de uma forma que não imaginava, e de que não me arrependo nem um pouco.

    Ficam agora as memórias das viagens, dos micos e dos novos amigos conquistados. Conheci gente de todo canto, principalmente no curso. Deixe-me tentar listar: alemães, russos, chineses, algerianos, turcos, sul-coreanos, italianos, croatas, iugoslavos, ucranianos, tailandeses, indianos, nepaleses, romenos, franceses, espanhois, portugueses, holandeses, islandeses, etc. (devo ter esquecido de algum, mas sa para ter uma idéia!!)

  • Utilidade

    Espero que tenha alguma utilidade para você, visitante, que deve ter encontrado em alguma pesquisa ou link perdido internet afora.

    Bom proveito.

    Qualquer coisa, deixe um comentário que responderei com prazer.

Freiburg

Minha atual residência. Somente 9.681 km da minha terrinha!!!

Freiburg im Breisgau é uma cidade do estado de Baden-Württembermapa-alemanhag, na Alemanha, no lado ocidental da Floresta Negra, com aproximadamente duzentos mil habitantes e quase 900 anos de fundação.

O folclore popular nos ensina que Freiburg é a cidade mais quente e ensolarada da Alemanha. É atravessada pelo rio Dreisam, aos pés do monte Schlossberg. Ali foi travada, em 1644, uma das batalhas mais cruentas da Guerra dos Trinta Anos, contra os franceses.

Capital alemã do sol

Por ser a cidade mais ensolarada do país, com uma média de 1800 horas de sol ao ano − e graças a isso também a de temperaturas médias mais altas − Freiburg dispõe de freiburg-baechleum enorme parque de captação e aproveitamento de luz solar. Este potencial garantiu que até o estádio do clube de futebol, o Freiburg SC, seja iluminado com a energia do sol. Esta importância espelha-se em duas grandes feiras que acontecem regularmente, a de energia solar e a de biotecnologia.

Cidade das bicicletas

Pequim e Freiburg têm em comum que o número de bicicletas é o dobro do de automóveis registrado s. Em Freiburg, é uma questão ecológica, tanto que a cidade considera-se “capital alemã do meio ambiente”. Os estacionamentos para carros são raros no centro da cidade, os para bicicletas são quase incontáveis, especialmente à volta dos prédios da universidade.

A lenda dos Bächle

Cuidadosamente restauradas após os bombardeios que as destruíram em 1944, as ruelas estreitas e cheias de ângulos deste que foi um dos primeiros calçadões da Alemanha convidam para um passeio a pé. Mas cuidado, elas ocultam uma série de armadilhas traiçoeiras: os Bächle (riachinhos). Esses estreitas canaletas d’água ao longo do meio-fio cortam todo o centro, um passo em falso e os sapatos estão encharcados. As conseqüências são das mais graves: quem pisa num Bächle casará com alguém nascido na cidade. Pelo menos é o que afirma um provérbio local.

Mais fotos da cidade nestes links a seguir:

Fotos de Freiburg 01

Fotos de Freiburg 02

Créditos:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Freiburg_im_Breisgau
http://www.dw-world.de/dw/article/0,7146,1361078,00.html

2 Responses to “Freiburg”

  1. Michel said

    Olá Marcelo, pelo que li vc já passou um bocado aí na Alemanha, cara eu tenho uma amiga que casou com um alemão de TRIER, eles já tem 2 filhos, moraram 1 ano aqui no Brasil, acabaram voltando, fiquei amigo dele, como eu sou descendente de alemães, falo um pouco, consigo me virar. Ele me contou tanta coisa deste país, por exemplo o caso do seu computador referente ao preço, a difernça da carga tributária alemã para a brasileira é muito alta o governo brasileiro rouba discaradamente.
    Quando vc falou dos casos que te xingaram, eu tive que rir, (com todo respeito), pois o povo alemão é bem assim mesmo, meus antepassados e avós são teimosos e certinhos, se não for assim já começa a xingadeira…pra ver que estes hábitos e costumes tão no sangue.
    Ah tomei um vinho que meu amigo me deu muito bom “Mosel”, se tu gosta experimenta que é nota 10.
    Até julho quero ir visitar meu amigo em Trier, os relatos de tua experiência me ajudaram um bocado
    Falou até mais!
    Michel

  2. bibomedia said

    🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: