Aventuras na Chucruteslândia

a terra da batata, da cerveja e das mulheres de peito grande e zero de bunda

  • Sobre o Blog

    Este foi um espaço usado por cerca de 1 ano, o que durou a fantástica experiência de largar tudo, trabalho, família e casa, e ir para a Alemanha, em Freiburg, para passar 1 ano estudando e pensando na vida.

    Funcionou, já que voltei e mudei minha vida de uma forma que não imaginava, e de que não me arrependo nem um pouco.

    Ficam agora as memórias das viagens, dos micos e dos novos amigos conquistados. Conheci gente de todo canto, principalmente no curso. Deixe-me tentar listar: alemães, russos, chineses, algerianos, turcos, sul-coreanos, italianos, croatas, iugoslavos, ucranianos, tailandeses, indianos, nepaleses, romenos, franceses, espanhois, portugueses, holandeses, islandeses, etc. (devo ter esquecido de algum, mas sa para ter uma idéia!!)

  • Utilidade

    Espero que tenha alguma utilidade para você, visitante, que deve ter encontrado em alguma pesquisa ou link perdido internet afora.

    Bom proveito.

    Qualquer coisa, deixe um comentário que responderei com prazer.

Mais um acidente de carro…

Posted by mLopes on Sunday, 7 September 2008

Pois é, depois de umas férias de quase 2 meses viajando, tive uma surpresa muito desagradável na volta da última viagem. Sexta-feira, voltando de Portugal para França com meus tios, sofremos um acidente de carro, dessa vez bem mais forte que o anterior.

Para quem nunca tinha sofrido um acidente no Brasil, com tantas estradas mal-conservadas, vim para a Europa e é a segunda vez que vejo pessoalmente, bem de perto, como é um airbag usado. Mas bom, já deu para perceber que estou relativamente bem, já até escrevendo…🙂

Vamos então para a história:

Havíamos saído de Portugal de manhã e logo que cruzamos a fronteira da Espanha paramos em um restaurante próximo à estrada para almoçar, na altura de Salamanca. Meu tio ao volante, eu de passageiro na frente e minha tia atrás de mim, no banco traseiro. Na saída do almoço, para pegarmos a estrada de novo, fomos atravessar um cruzamento em nível e o carro foi atingido com MUITA força por um caminhão (nada pequeno).

A última coisa que me lembro antes do acidente é eu vendo um caminhão vindo em direção ao carro, a pouquissímos metros, na direção da porta do motorista. Ai vem um branco completo!!!

Depois, meus tios me contanto as partes que não me lembro: Eu gritei sobre o caminhão e depois da batida eu fiquei desacordado algum tempo (indeterminado, mas talvez um minuto… ou coisa parecida). Eles me chamavam e nada. De repente eu acordei e estavam os dois um pouco machucados. Como o caminhão bateu direto na porta do motorista, meu tio estava meio preso na porta, que amassou bastante. Minha tia aparentemente não estava presa nem muito machucada, mas não conseguia se mover, com dores. Ah, e eu ainda não me recordo de nada disso.

Eu não estava machucado, então fui sair pela minha porta, que estava presa, enroscada. De alguma forma consegui abrir, forçando. Foi meio punk para abrir, apesar de eu não me lembrar, já que isso me valeu uns hematomas no pulso e na mão. Sem corte, só interno mesmo. Sai do carro para ver como estavam os dois.

So me lembro a partir daqui. Mas ai já estavam chegando pessoas, sei lá de onde, para ajudar, chamar emergência, e tal. É meio difícil lembrar exatamente de tudo. Meu tio não consegui se mexer, preso. Minha tia estava com dores nas costas e não podiamos move-la até que os médicos chegassem. Mas acho que não demoraram. Só sei que assim que chegaram já deixei os dois com eles e fui ver com a polícia sobre o seguro médico e do carro. Enquanto isso cortavam a porta do motorista e colocavam os dois nas ambulâncias.

Tudo é muito rápido. Durou umas 2 horas, mas parece que foram poucos minutos. Loucura total. Como aparentemente estavam conscientes e tal, eles foram e eu fiquei para acertar o que tinha que ser feito. Eu parecia em perfeito estado, sem nenhuma dor nem arranhão. Esperei o guincho e um taxi do seguro para me levar para o hospital.

No hospital foi uma confusão para achar os dois (que foram parar em prédios diferentes) e saber notícias. O idioma foi um inferno. Parecia que eu tava falando alemão com eles!! Ninguém me entendia. Não sei se é o nervoso ou a região que tem um espanhol muito difícil. Bom, graças à ajuda do taxista, que era tipo um representante do seguro para ajudar em tudo, consegui descobrir e encontrar os dois, depois de mais uma hora de procura. Estavam fazendo exames mas em princípio não era nada muito grave.

Quando consegui sentar para descansar, umas 5 da tarde, começei a perceber as dores. A mão começou a doer, um corte no joelho (pequeno e superficial, mas que rasgou a calça jeans! como pode?) , um pouco de dores no peito e nas costas. Fui eu de novo ao atendimento e me passaram para os médicos. Fiz radiografias e os medicos me examinaram, mas não tinha nada grave nem fraturas. Só enfaixaram minha mão e pulso para evitar muitos movimentos, por 3 ou 4 dias.

Resultados:

Eu tive a mão enfaixada com uns hematomas, uns cortezinhos pequenos no joelho, uns roxos no braço e joelho, dor de cabeça e infinitas dores pelo corpo, aumentando a cada dia (espero que agora começem a diminuir). Ah, e uma marca de cinto na barriga. Essa marca só achei depois, quando os médicos foram me examinar. E olha que é enorme, parece que eu tenho um cinto de segurança embutido em mim…🙂 Nem é roxa… chega a ser preta!!! Se fosse permanente já poderia ser campeão de judô. Mas ainda bem que não dói tanto. Mas em compensação, as costas… nossa… parece que passou um rolo compressor em cima de mim. E que deu ré para completar o serviço.

Meus tios tiveram costelas fraturadas. Ela teve duas e ele 5 ou 6. Mas por incrível que pareça (que bom!) não teve nada no braço que ficou preso na nas ferragens da porta. Só uns cortes pequenos de estilhaços de vidro.

No dia seguinte pela manhã eles já tiveram alta e fomos transferidos para Madri de ambulância e de avião para a França.

Aprendido:

Airbag pode custar uns 4 mil reais adicionais no preço do carro, mas vale muito mais do que isso. Priceless. Nesse caso eram 2 frontais e 2 laterais, e acho que isso definitivamente foi a salvação da história.

Obs. 1) Estou bem, só com muitas dores pelo corpo… mais do que quando fui esquiar

Obs. 2) Não entendo como podemos não ver aqueles airbags gigantescos que explodem na nossa cara…

Obs. 3) Mereço agora um desconto: vou demorar uns dias a mais para colocar as fotos de todas as viagens.

Abraços a todos!!! Não muito apertados, para não me partirem as costas…

Fotinhos. Como de costume, clique para ampliar. Mas dessa vez não se assustem.

IMG_2407 IMG_2398

IMG_2399 IMG_2400

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: