Aventuras na Chucruteslândia

a terra da batata, da cerveja e das mulheres de peito grande e zero de bunda

  • Sobre o Blog

    Este foi um espaço usado por cerca de 1 ano, o que durou a fantástica experiência de largar tudo, trabalho, família e casa, e ir para a Alemanha, em Freiburg, para passar 1 ano estudando e pensando na vida.

    Funcionou, já que voltei e mudei minha vida de uma forma que não imaginava, e de que não me arrependo nem um pouco.

    Ficam agora as memórias das viagens, dos micos e dos novos amigos conquistados. Conheci gente de todo canto, principalmente no curso. Deixe-me tentar listar: alemães, russos, chineses, algerianos, turcos, sul-coreanos, italianos, croatas, iugoslavos, ucranianos, tailandeses, indianos, nepaleses, romenos, franceses, espanhois, portugueses, holandeses, islandeses, etc. (devo ter esquecido de algum, mas sa para ter uma idéia!!)

  • Utilidade

    Espero que tenha alguma utilidade para você, visitante, que deve ter encontrado em alguma pesquisa ou link perdido internet afora.

    Bom proveito.

    Qualquer coisa, deixe um comentário que responderei com prazer.

Gerundismo na Alemanha

Posted by mLopes on Thursday, 5 June 2008

Uma sorte muito grande dos alemães é que não existe gerúndio na língua deles. Eles falam no presente. E ponto.

Hoje tive que ligar no banco no Brasil para verificar umas coisas, e aproveitei para ligar também para a GVT, para ver umas coisas da minha linha VoIP.

O senhor poderia estar aguardando um momento?

Vou estar verificando sua dúvida.

O senhor poderia estar ligando novamente em 2 horas?

Não tem como não se irritar com esse estupro da língua portuguesa. Uma construção muito útil, mas que virou um monstro na mão dos atendentes. Não só de call center, mas sem dúvida foram eles os responsáveis por “divulgar” e “espalhar” esse crime pelo país. Hoje podemos estar encontrando essas conjugações horripilantes em todos os lugares.

Sorte dos alemães, que não correm esse risco. Não existe gerúndio no idioma da batatolândia. Eles usam só o presente mesmo.

Ao invés de: Eles estão escrevendo relatório, eles usam só: Eles escrevem o relatório. Se quiser enfatizar que é nesse instante, basta utilizar palavras (ou expressões) para isso, por exemplo: Eles escrevem o relatório nesse momento.

E aproveitando a ocasião, uma outra coisa interessante é que eles também quase não usam o futuro na língua oral. Eles falam as coisas no presente e especificam o tempo com uma palavra, se necessário. Dificilmente você escuta alguém dizendo: “Ele virá aqui semana que vem”, mas sim “Ele vem aqui semana que vem”. A diferença desse caso para o gerúndio é que o futuro existe, mas eles não usam no dia-a-dia. Um alívio para quem já tem que aprender tanta coisa maluca. Pelo menos isso eles dispensam.

Palavra do dia: Patrone = Cartucho. O de impressora, por exemplo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: