Aventuras na Chucruteslândia

a terra da batata, da cerveja e das mulheres de peito grande e zero de bunda

  • Sobre o Blog

    Este foi um espaço usado por cerca de 1 ano, o que durou a fantástica experiência de largar tudo, trabalho, família e casa, e ir para a Alemanha, em Freiburg, para passar 1 ano estudando e pensando na vida.

    Funcionou, já que voltei e mudei minha vida de uma forma que não imaginava, e de que não me arrependo nem um pouco.

    Ficam agora as memórias das viagens, dos micos e dos novos amigos conquistados. Conheci gente de todo canto, principalmente no curso. Deixe-me tentar listar: alemães, russos, chineses, algerianos, turcos, sul-coreanos, italianos, croatas, iugoslavos, ucranianos, tailandeses, indianos, nepaleses, romenos, franceses, espanhois, portugueses, holandeses, islandeses, etc. (devo ter esquecido de algum, mas sa para ter uma idéia!!)

  • Utilidade

    Espero que tenha alguma utilidade para você, visitante, que deve ter encontrado em alguma pesquisa ou link perdido internet afora.

    Bom proveito.

    Qualquer coisa, deixe um comentário que responderei com prazer.

O Alemão e seu Jeito Metódico de Ser

Posted by mLopes on Thursday, 6 March 2008

Sequestros aqui não existem, ou pelo menos quase não existem, mas deve ser por falta de bandido ou pela eficiência da polícia, não pela dificuldade de "rastrear" uma pessoa.

Os alemães são muito previsíveis e metódicos. Isso seria um desastre no Brasil. Por exemplo, eles normalmente saem de casa nos mesmos horários e fazem os mesmos caminhos. É até engraçado.

Por exemplo, 50% dos dias que saio de casa de manhã para ir para a aula, Feitico-do-tempoantes de eu chegar na esquina passa uma mulher loira e de óculos numa bicicleta azul com roupa esportiva. A mesma mulher. E provavelmente na outra metade dos dias sou eu que saio em outro horário, não ela que não passa. Quando estou quase para atravessar a ponte do rio Dreisam, passa um cara de bicicleta e terno e uma moça com sua magrela e um violão enorme nas costas. (OK, deve ser um violoncelo, mas eu também não sei muito a diferença…)

Quando vou de Straßenbahn, no ponto encontro um cara com uma mochila camuflada e quando entro na última porta está de pé, perto da porta, um turco de cavanhaque, e sentada uma mulher mais velha com cara de brava e com uma bengala preta. Os mesmos.

Eles fazem as coisas com precisão de minutos. Por isso ficam tão desesperados com atrasos. É tudo cronometrado, e um delay de 4 minutos pode atrasá-los para o trabalho ou fazer com que percam a próxima conexão. Eles saem de casa as 8:32, para chegar no ponto as 8:38 e pegar o ônibus as 8:40. Tudo nos mesmos horários, todos os dias!!!

Eu to quase pegando a mesma mania. É que a gente não precisa ter margem de segurança, e ai você vai se acomodando. Por exemplo, em SP eu saía de casa para um compromisso pelo menos com uns 30 minutos de folga. Dependendo do horário e do compromisso, até mais. Aqui não é preciso. Claro, talvez de carro até seja, pois existem também alguns congestionamentos nos horários de pico, mas a maior parte das pessoas aqui em Freiburg usa transporte público ou bicicleta.

Outra coisa engraçada. Por motivos conhecidos (e utilizados) por muitos, costumo deixar meus relógios uns 3 ou 5 minutos adiantados. Aqui não dá!!! Meu rádio-relógio e o outro despertador de cabeceira que eu tenho têm um sistema automático que todo dia se auto-ajusta à meia noite, via ondas de rádio ou sei lá o que. Eu adianto o relógio e no outro dia ele está de novo no horário certo. Impressionante!

Quase sempre no mesmo horário eu já to saindo de casa. Só vou cuidar para fazer caminhos diferentes e evitar a monotonia de ver sempre as mesmas pessoas. Se não você acaba se sentindo como o Bill Murray no filme "Feitiço do Tempo". Para quem não se lembra, está a foto aqui no post. É o filme em que ele vai para uma cidadezinha cobrir as festividades do "Dia da Marmota" e começa a acordar todo dia no mesmo dia novamente, tipo voltando no tempo. Tudo começa a se repetir, e ele já sabe de cor tudo que vai acontecer. Não, pra mim to fora!

Palavra do dia: Muskelkater=Dor Muscular. Muskel=músculo e kater=gato. Não me perguntem o motivo da expressao. Ainda traumatizado com o final de semana esquiando!🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: