Aventuras na Chucruteslândia

a terra da batata, da cerveja e das mulheres de peito grande e zero de bunda

  • Sobre o Blog

    Este foi um espaço usado por cerca de 1 ano, o que durou a fantástica experiência de largar tudo, trabalho, família e casa, e ir para a Alemanha, em Freiburg, para passar 1 ano estudando e pensando na vida.

    Funcionou, já que voltei e mudei minha vida de uma forma que não imaginava, e de que não me arrependo nem um pouco.

    Ficam agora as memórias das viagens, dos micos e dos novos amigos conquistados. Conheci gente de todo canto, principalmente no curso. Deixe-me tentar listar: alemães, russos, chineses, algerianos, turcos, sul-coreanos, italianos, croatas, iugoslavos, ucranianos, tailandeses, indianos, nepaleses, romenos, franceses, espanhois, portugueses, holandeses, islandeses, etc. (devo ter esquecido de algum, mas sa para ter uma idéia!!)

  • Utilidade

    Espero que tenha alguma utilidade para você, visitante, que deve ter encontrado em alguma pesquisa ou link perdido internet afora.

    Bom proveito.

    Qualquer coisa, deixe um comentário que responderei com prazer.

Schauinslandbahn – Freiburg

Posted by mLopes on Wednesday, 20 February 2008

Quer andar no maior teleférico da Alemanha, projetado há 80 anos atrás? Antes de 1930, quando você nem imaginava em nascer, provavelmente nem seus pais, os batatas já haviam projetado esse sistema de 3,6 km de comprimento que leva os aventureiros a cerca de 1.300m de altitude, numa das montanhas que circundam a cidade de Freiburg.

Desde essa época o conceito já foi mudado. Passou de um bonde grande, para grupos de 15 pessoas e com motorista para um sistema todo automatizado (como poderia ser diferente) e um bonde menor, para no máximo 7 pessoas. Funciona o dia todo.

A vista é muito legal no caminho e claro, lá em cima. Interessante é como da para ver a cultura dos alemães de contato com a natureza. No caminho, podemos ver lá em baixo, em umas trilhas no meio das montanhas, a 3 ou 4 graus, famílias passeando com criancas de 4 anos e cachorros. Alguém já ouviu falar de famílias inteiras no Brasil, passeando nas montanhas em um domingo a tarde, pais e filhos com suas mochilas, para apreciar a natureza? Eu nunca! E veja que não estou falando de passear no Parque do Ibirapuera, mas sim no meio de uma montanha, longe da civilização… Interessante.

Primeiro a subida. Vejam a estação de saída, o caminho (com direito a geradores de energia eólica) e a chegada lá em cima, muito mais frio e com um pouquinho de neve:

IMG_1026

IMG_1039 IMG_1040IMG_1044IMG_1050

Lá em cima há um restaurante e algumas lojas na chegada do bonde. Há um café da manhã ou da tarde especial, com vista para as montanhas, numa parte panorâmica do restaurante, mas havíamos acabado de comer uma super lasanha… No way! Fica para a próxima.

IMG_1073 IMG_1074 IMG_1075

Além da vista, há 2 outras atrações especiais lá em cima. Uma casa-museu que mostra como era a vida típica de uma família nas montanhas da Floresta Negra há décadas e décadas atrás. Não visitamos, vai ficar para a próxima.

A outra é uma mina de prata de 800 anos, uma das coisas que fez da cidade de Freiburg, tempos atrás, uma das mais ricas do país. Não entramos na mina porque o tour leva 2,5 horas, e não tínhamos isso nos planos, fora que já tinha passado a hora de início! Mas vimos só por fora…

IMG_1069IMG_1077IMG_1070

Resumo da ópera: ponto turístico da cidade e que vale mesmo a pena conhecer. E eu ainda volto lá, para passar o dia todo…

Palavra do dia: Abenteuer=Aventura. Lá no fundo, bem no fundo, uma vaga semenhança…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: