Aventuras na Chucruteslândia

a terra da batata, da cerveja e das mulheres de peito grande e zero de bunda

  • Sobre o Blog

    Este foi um espaço usado por cerca de 1 ano, o que durou a fantástica experiência de largar tudo, trabalho, família e casa, e ir para a Alemanha, em Freiburg, para passar 1 ano estudando e pensando na vida.

    Funcionou, já que voltei e mudei minha vida de uma forma que não imaginava, e de que não me arrependo nem um pouco.

    Ficam agora as memórias das viagens, dos micos e dos novos amigos conquistados. Conheci gente de todo canto, principalmente no curso. Deixe-me tentar listar: alemães, russos, chineses, algerianos, turcos, sul-coreanos, italianos, croatas, iugoslavos, ucranianos, tailandeses, indianos, nepaleses, romenos, franceses, espanhois, portugueses, holandeses, islandeses, etc. (devo ter esquecido de algum, mas sa para ter uma idéia!!)

  • Utilidade

    Espero que tenha alguma utilidade para você, visitante, que deve ter encontrado em alguma pesquisa ou link perdido internet afora.

    Bom proveito.

    Qualquer coisa, deixe um comentário que responderei com prazer.

Alemães: simpáticos ou não?

Posted by mLopes on Saturday, 19 January 2008

Fala-se muito sobre o comportamento acolhedor do brasileiro e da frieza em geral do europeu, e muito do alemão também. Será?

O que eu já posso dizer que minha experiência com o povo alemão tem sido ótima. Não têm nada de frios e antipáticos. Pelo contrário. São muito prestativos. Em qualquer lugar que você vá eles têm paciência em repetir até você entender, oferecem ajuda, etc. Não sei se tem a ver com o fato de Freiburg tem uma quantidade muito grande de estrangeiros, mas acho que não.

É claro que eles são na deles. Não saem por ai puxando papo, mas quando você precisa de ajuda, sempre são muito prestativos! Por outro lado, como já falei em outras oportunidades, são precisos e metódicos (isso não quer dizer chatos).

Portanto, para mim o mito tá derrubado. Os alemães não são antipáticos. Só são metódicos e “na deles”. Coisas diferentes.

Obs.: Essa opinião é somente pela minha experiência em Freiburg. Se eu perceber uma diferença muito grande em outras regiões, depois digo aqui.

Palavra do dia: Kurzzeitgedächnisschwund = Perda de memória recente. Para quem assistiu o filme Procurando Nemo, a Dory sofre disso (as vezes acho que eu também). Já tinha assistido umas 10 vezes em português e hoje assisti em alemão!! Áudio e legendas em alemão. E como já vi muito em português, é legal que ajuda a associar as palavras.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: